Novidades do site

Relacionamentos abusivos e o perigo de ser especial

Relacionamentos abusivos e o perigo de ser especial

Uma cena dramatizada na vivência online “Você me vira a cabeça”, nos ajudando a refletir sobre a importância de abrirmos mão de “lugares especiais” nos relacionamentos. Ter consciência dos nossos limites pode ser triste, mas é libertador.

ler mais
Por que um relacionamento não pode te completar

Por que um relacionamento não pode te completar

O ideal de amor romântico nos apresenta o amor como uma fonte suprema de realização e felicidade, o que é ilusório. Ninguém pode nos dar tudo de que precisamos. Ver o amor dessa maneira pode abrir brechas para relacionamentos abusivos.

ler mais
“Vamos nos permitir”: um relato musical

“Vamos nos permitir”: um relato musical

Um olhar sobre o que foi construído pelo grupo na vivência “Vamos nos permitir”: sobre viver o amor em tempos líquidos, feito por meio de trechos de canções que foram surgindo no momento do compartilhar e que contam uma bela história.

ler mais
Sobre chutar o balde e a coragem de viver o amor

Sobre chutar o balde e a coragem de viver o amor

Um pouco do que foi uma cena construída e dramatizada na vivência online “Vamos nos permitir”. Viver o amor exige coragem para buscar segurança dentro de nós, e não na outra pessoa. Assim podemos “chutar o balde” ou mergulhar mais fundo.

ler mais
O amor é múltiplo

O amor é múltiplo

Texto sobre diversidade de vivências amorosas, escrito com base em vivências e histórias compartilhadas por participantes da roda de conversa online de tema “E quero que você venha comigo”: as fases do amor e seus desafios.

ler mais
O lugar da paixão na nossa vida

O lugar da paixão na nossa vida

: A paixão é um componente importante do amor. Muitas vezes é confundida com ele, e quando ela (naturalmente) diminui na relação, podemos ficar com a sensação de que há algo errado. Mas não há: Existe amor além da paixão.

ler mais
A teoria triangular do amor

A teoria triangular do amor

A teoria triangular do amor, de Robert Sternberg, apresenta o amor como um complexo formado por três componentes: a paixão, a intimidade e o compromisso. A partir da interação entre eles, várias manifestações de amor são possíveis.

ler mais
O amor que guardamos, o amor que vivemos

O amor que guardamos, o amor que vivemos

Partindo do conhecimento sobre como nossas relações familiares influenciam nossa maneira de amar na idade adulta, essa é uma conversa sobre a importância de nos trabalharmos intimamente, a fim de viver o amor de forma mais plena.

ler mais
Reflexões sobre amor e autonomia

Reflexões sobre amor e autonomia

Nossa visão do amor pode ir além do ideal de amor romântico, buscando uma perspectiva mais realista, em que libertemos o outro da obrigação de nos fazer felizes. Uma visão de amor em que equilibremos individualidade e companheirismo.

ler mais