ABRIL: “Encontrar alguém”: o que buscamos nos relacionamentos amorosos

ABRIL/2020

Quem não quer ser feliz no amor? Os relacionamentos afetivo-sexuais são uma área em que a maioria de nós deseja realização. Mas o que queremos, de verdade, de nossos relacionamentos? As expectativas que buscamos atender são as nossas mesmo? Ou da nossa família, amigas/os e sociedade?

Nesse segundo momento da nossa jornada, vamos refletir sobre nosso ideal de amor, nos questionando se ele faz mesmo sentido e, se for o caso, buscando construir ideias sobre relacionamentos mais sustentáveis em nossa vida real.

Veja como foi o evento

Nossa roda de conversa online aconteceu no dia 14 de abril, na plataforma Zoom. Foram 21 participantes, e a partir desse encontro eu produzi alguns textos, que você confere nos links abaixo.

Reflexões sobre amor e autonomia

Reflexões sobre amor e autonomia

Nossa visão do amor pode ir além do ideal de amor romântico, buscando uma perspectiva mais realista, em que libertemos o outro da obrigação de nos fazer felizes. Uma visão de amor em que equilibremos individualidade e companheirismo.

ler mais
Amar se aprende amando

Amar se aprende amando

Amar é uma atitude que desenvolvemos na vida, e para isso é importante refletir mais sobre o tema e praticar, buscando desenvolver as posturas de dar de si, ter cuidado e responsabilidade, desejar conhecer o outro e respeitá-lo.

ler mais

FACILITADORA

Juliana dos Santos Soares

Juliana dos Santos Soares

Psicóloga

CRP: 04/21.049
Psicóloga clínica pela UFMG, atende Psicoterapia de adultos nas modalidades presencial e online, além de Psicoterapia de grupo. Pós-graduada em Psicodrama; professora da Pós-graduação em psicodrama do IMPSI – Instituto Mineiro de Psicodrama Jacob Levy Moreno; tem formação em Gestalt-terapia e treinamento em Constelações familiares segundo Bert Hellinger. Vem desenvolvendo workshops e vivências reflexivas sobre relaconamentos amorosos desde 2007.

PRÓXIMOS EVENTOS

Sou psicóloga em Belo Horizonte – MG. Atendo Psicoterapia individual, de grupo e terapia de casais. Em minha busca por ser uma pessoa melhor, já fiz diversas terapias e percorri um bom caminho de autoconhecimento. Hoje vivo "a sorte de um amor tranquilo". Apaixonada por música, livros e boas conversas.

Fale comigo