NOVEMBRO: “Partir, andar”: O momento do fim

NOVEMBRO/2020

O término dos relacionamentos é doloroso. Muitas vezes é vivido como algo muito difícil, seja para quem é deixada/o, que sente a rejeição e sentimentos como raiva, tristeza e abalos na sua autoestima, seja para quem decide deixar a relação, que experimenta conflitos também.

Mas o fato é que relacionamentos chegam ao fim – seja pela separação resolvida, seja pela morte de alguém. Nesse último encontro da nossa jornada, vamos olhar para como vivemos as despedidas dos nossos amores: como podemos fechar os ciclos com respeito e seguir em frente.

Veja como foi o evento

O fechamento de nossa jornada aconteceu em dois encontros repletos de emoção. Um no dia 24 de novembro, com 10 participantes, e outro no dia 1° de dezembro, com 7 participantes.

A Live para início das reflexões, com o título “Pra dizer adeus”, teve como convidada a querida Ana Martins. Assista aqui.

Como de costume, teve playlist também – dessa vez, feita coletivamente pelas pessoas que participaram do encontro. Você pode escutar aqui.

Por fim, escrevi os três textos abaixo para registrar as reflexões que vieram desse mês. Um deles é um registro de toda a jornada. Confira!

Memórias de uma jornada

Memórias de uma jornada

Uma metáfora para contar a história da jornada sobre relacionamentos amorosos “Encontros & Desencontros”. Uma mulher, que pode ser você e eu, percorrendo um caminho de autoconhecimento, encontro consigo mesma e com o amor.

Individualidade, conjugalidade e o fim do amor

Individualidade, conjugalidade e o fim do amor

Podemos olhar para o relacionamento amoroso como a união entre duas pessoas distintas e autônomas, que ao invés de se misturarem, estabelecem projetos comuns, preservando sua individualidade. Cuidando de si e cuidando bem da relação.

FACILITADORA

Juliana dos Santos Soares

Juliana dos Santos Soares

Psicóloga

CRP: 04/21.049
Psicóloga clínica pela UFMG, atende Psicoterapia de adultos nas modalidades presencial e online, além de Psicoterapia de grupo. Pós-graduada em Psicodrama; professora da Pós-graduação em psicodrama do IMPSI – Instituto Mineiro de Psicodrama Jacob Levy Moreno; tem formação em Gestalt-terapia e treinamento em Constelações familiares segundo Bert Hellinger. Vem desenvolvendo workshops e vivências reflexivas sobre relaconamentos amorosos desde 2007.

PRÓXIMOS EVENTOS

Nenhum resultado encontrado

A página que você solicitou não foi encontrada. Tente refinar sua pesquisa, ou use a navegação acima para localizar a postagem.

Sou psicóloga em Belo Horizonte – MG. Atendo Psicoterapia individual, de grupo e terapia de casais, depois da pandemia só online. Hoje vivo "a sorte de um amor tranquilo" - companheira do Fred e boadrasta da Manu. Apaixonada por música, livros e boas conversas.