Um Natal de Milagres

“Milagres ocorrem naturalmente como expressões de amor. O amor que os inspira é o milagre real. Nesse sentido, tudo o que vem do amor é um milagre”.

Um curso em milagres

Chegou mais um Natal.

E, com ele, tudo o que é típico dessa época. Para muitos, uma época feliz, de celebração e alegria. Para outros, tempo colorido (ou desbotado) de melancolia. Alguns aproveitam a ocasião para se recolher e refletir no significado da data, já que, na nossa cultura cristã, celebramos o nascimento de Jesus Cristo, que nos traz uma mensagem de amor e união.

Há coisas que só acontecem no Natal. Reunião de família, mesmo que as pessoas não tenham muita afinidade. Troca de presentes. Telefonemas, abraços e desejos de tudo de bom, quando passamos a maior parte do ano sem nos encontrarmos. Há quem considere chato, ou que tome essas coisas como hipocrisia, “porque só acontece no Natal” e, por isso, as destitua do seu valor.

Eu acho lindos os encontros – e reencontros – do Natal. Talvez sejam a oportunidade de vivermos e expressarmos o amor que ficamos sem jeito, sem tempo ou sem-sei-lá-o-quê de expressar durante todo o ano. Mesmo que seja só nessa época. Mesmo que pareça estranho e deslocado.

Assim são os milagres: a palavra vem do latim miraculum, que significa “maravilhar-se”. Tem a ver com acontecimentos extra-ordinários, que saem da ordem com a qual estamos acostumados. Aquilo que não acontece sempre, e quando acontece é estranho, diferente. Confronta a nossa percepção a ponto de acharmos que é o impossível.

Desejo, para todos nós, um Natal de Milagres. De coisas simples e extraordinárias. Que ajustemos a nossa percepção para captarmos aquilo que normalmente não conseguimos ver (mesmo que esteja tão perto!). Que vejamos com outros olhos, ouçamos com outros ouvidos. Que nos abramos para o inesperado. Que recebamos amor e o passemos adiante. Que façamos diferente, e que essa vibração contagie o novo ano que está logo ali.

Feliz Natal!

Sou psicóloga em Belo Horizonte – MG. Atendo Psicoterapia individual, de grupo e terapia de casais. Em minha busca por ser uma pessoa melhor, já fiz diversas terapias e percorri um bom caminho de autoconhecimento. Hoje vivo "a sorte de um amor tranquilo". Apaixonada por música, livros e boas conversas.

Deixe uma resposta